Bonecos de Santo Aleixo

“Os Bonecos de Santo Aleixo são realizados em madeira e cortiça, medem entre 20 e 40 centímetros de altura e são vestidos com um guarda-roupa que permite, como no teatro naturalista, identificar as personagens da fábula contada. A música (guitarra portuguesa) e as cantigas são executadas ao vivo. Os textos, transmitidos oralmente, resultam de uma fusão entre a cultura popular e uma escrita erudita. Os Bonecos de Santo Aleixo, propriedade do Centro Dramático de Évora, são manipulados por “uma família”, constituída por actores profissionais, que garantem a permanência do espectáculo, assegurando assim a continuidade desta expressão artística alentejana. Actores Manipuladores: Ana Meira, Gil Salgueiro Nave, Isabel Bilou, José Russo e Victor Zambujo”

santo aleixo

O “Auto do Nascimento do Menino Jesus” estará em cena no Teatro Garcia de Resende – Évora de 17 a 22 de Dezembro às 18:30 (tel: 266703112 – 4€).

(Informação retirada da Agenda Cultural de Évora)

Anúncios

Living Labs em Portugal

De acordo com a Rede Europeia de Living Labs (European Network of Living Labs (ENoLL) http://www.openlivinglabs.eu) foram desenvolvidos em Portugal 16 projectos:

– Living Labs Minho (promoção de projectos – Escola de Engenharia da Universidade do Minho – região do Minho);
– Madeira Living Lab (tecnologia da informação – Madeira Tecnopolo – região da Madeira);
– SJM-ILL – S. João da Madeira Industrial Living Lab (indústria do calçado e automóvel – Sanjotec-Centro Empresarial e Tecnológico de S. João da Madeira – S. João da Madeira);
– Creative Media Lab (media digital – INTELI – Inteligência em Inovação – Maia);
– RENER Living Lab (novas energias renováveis – INTELI – Inteligência em Inovação – Lisboa);
– ECO LivingLab@Chamusca (Parque Industrial Ecológico – Chamusca);
FIAPAL Living Lab (FIAPAL – Fórum da Indústria Automóvel de Palmela – Palmela);
– Lighting Living Lab (energia smart e ecológica – Câmara Municipal de Águeda – Águeda);
– Smart Rural Living Lab (desenvolvimento rural sustentado – Câmara Municipal de Penela – Penela);
Sport Living Labs Lisboa (Faculdade de Motricidade Humana – Lisboa);
– Intelligent Sensing and Smart Services Living Lab (energia e saúde – ISA – Intelligent Sensing Anywhere – Coimbra);
– Águeda Living Lab (Câmara Municipal de Águeda – Águeda);
Sustainable Construction Living Lab (rede de decisores locais, nacionais e estrangeiros – Iniciativa Construção Sustentável – Sintra);
– Ubiquitous / Invisible Computing Living Lab (Ubiwhere – Aveiro);
– Living Lab da Cova da Beira (inovação social – Câmara Municipal do Fundão – Fundão);
– Lisboa Urban Living Lab (cidade smart – Câmara Municipal de Lisboa – Lisboa).

Living Labs em revista

O editorial de Novembro de 2013 da revista “Technology Innovation Management Review” é dedicada aos Living Labs.

Um Living Lab – Laboratório Vivo, é um ecossistema de pesquisa e inovação que visa explorar, testar e avaliar novos conceitos, cenários e tecnologias em contexto real.

Aceda aqui à revista: TIMReview_November2013

Conteúdo:
– Coordination and Participation in Living Lab Networks;
– The Habitation Lab: Using a Design Approach to Foster Innovation for
Sustainable Living;
– Actor Roles in an Urban Living Lab: What Can We Learn from Suurpelto,
Finland?;
– Open Innovation Processes in Living Lab Innovation Systems: Insights
from the LeYLab;
– A Living Lab as a Service: Creating Value for Micro-enterprises through
Collaboration and Innovation.